"Nas POESIAS encontro minha espiritualidade e me redescubro a cada linha que nasce"

CADA DIA MAIS
INTUIÇÃO
ÁTOMOS AMBICIOSOS
VIAGEM ASTRAL
FEITIÇO
WICCA
JOGOS COLORIDOS
MULTICOLOR
HORIZONTE URBANO
PERDIDA
UMA GRANDE PERDA
GOTAS
SUA VOZ
PENSAMENTOS
PROIBIDO
ANTIGO AMOR VIVO
UMA RAZÃO
DA VIDA
NÃO QUERO MUITO DE VOCÊ
VOCÊ AQUI DENTRO
MENINA DOS OLHOS
DESILUSÃO
SOU
SONHO INSTANTANEO
O DESEJO PREVALECE
VAGANDO
NOITE NUA
SENTIDOS AGUÇADOS
CAMINHOS

SEUS OLHOS
ÚNICO
DÚVIDA

UM MOMENTO NO SONO
DOR
INFORMAÇÕES
SENTIMENTOS LIVRES
MANHÃ DE CHUVA
ESPERANÇA
PAISAGEM DISTORCIDA
INSPIRAÇÃO
VERDE ESCURO E BREU
LOUCO DE NOVO HOJE
ESPERANÇA II - III
SEM CHÃO
ANGUSTIA VAZIA
ATEMPORAL
SEXUAL
SER HUMANO
O OLHAR
SER
NADA DEMAIS
COISA PROIBIDA
RÉDEAS NATURAIS
O MAIS SUTIL CALOR
A LEMBRANÇA DOS BEIJOS
BEIJOS CURIOSOS
COMPREENDENDO SENTIMENTOS EMERGENTES

 

 

CADA DIA MAIS

Há algo intrigante que sinto agora
estou atraída por um mistério
...Na verdade fascinada.

Um sentimento emerge em mim
percorrendo meu corpo
Causando choques
fujo de você correndo sem fim
pois há uma verdade que você deve conhecer
mas quando menos espero
você me captura
não resisto a seus beijos e me torno frágil
me entrego...
Você quer mais, sempre atrevido e apaixonado
me procura e eu vou
sigo em sua direção
decidida a me entregar por esta noite
apenas esta e mais algumas noites perdidas
mas a verdade você ignora e sofre em silêncio
mas me desejas tanto
e um doce beijo noturno
termina com um saboroso "quero mais”

Comente

topo

 

 

INTUIÇÃO

A força criativa da vida está nítida
Sinto por completo um aroma suave
Pressentindo uma surpresa calorosa
Esta força superior, que não é deus
Orienta o ser que caminha cego
com o destino à falsa felicidade
e o leva a outra dimensão
apresentando-lhe um novo olhar
de um mundo que ele sente mais belo
e o faz querer mais amor e carinho
e tendo sua liberdade de escolha
ele saberá ouvir sua intuição

Comente

topo

 

ÁTOMOS AMBICIOSOS

Átomos no espelho
Falso ou verdadeiro?
dos pés aos fios de cabelo
vejo átomos no espelho.

O que é aquela imagen
Sou eu ou são vocês?
Se átomos não têem olhos
Como é que eu posso ver?

átomos ambiciosos
controlando essa confusão
se estão presentes em tudo
Onde nós estamos então??

Comente

topo

 

VIAGEM ASTRAL

Sinto me leve ...
como se flutuasse!
Devo temer, mesmo sem dor ?
devo suportar a angústia do desconhecido?
estou tranquila, mesmo faltando um pouco de ar
e sinto vibrações energéticas vindas de algum lugar...
Caio em mim
e vou buscar um café!

Comente

topo

 

FEITIÇO

Mil e um kilometros podem colaborar
toneladas de amor e desejo, atrapalhar
mas quando o universo conspira pra me guiar
um novo rio brota da nascente ao mar

Mil e uma estrelas irão unir seus dons
magia primitiva emitirá seus sons
a cor deste vacuo diversificará seus tons
pra que tudo concretize o estado de amor

Estou misticamente plena e pura
Exalando carinho de uma forma nua
desejando estar por completo sua
caminhando no passado de antigas ruas

Não a nada que impeça o certo de vingar
a força de tudo que é vivo irá conspirar
o destino certeiro que caiu no seu lar
não fujas do sonho para despertar

Comente

topo

 

WICCA

Com a mente em sintonia
ultrapasso a velocidade do tempo
percorro o céu todo negro
de uma bela noite estrelada
neste momento sou tudo
e meu tudo se resume em nada
estou presente em florestas e lagos
voando com morcegos e corujas
nas montanhas meus versos ecoam
com sorrisos de fadas e bruxas
em uma paz que sinto eterna
gerando felicidade crua

Comente

topo

 

JOGOS COLORIDOS

Conexão mística
ritual subliminar
liberando fluídos
pra mente trabalhar
interage sentidos
produz aromas no ar
são jogos coloridos
pra antes de acordar

Comente

topo

 

MULTICOLOR

Um sonho multicores
repleto de formas livres
e ideias soltas
desenhado a mão
cuidadosamente
linha por linha
cor por cor
um sonho distante
próximo do irreal
originalmente vivo
cegamente insano
e nele,
descanso
a indiferença.

Comente

topo

 

HORIZONTE URBANO

São Paulo ...
Cidade cinzenta
Respira-se fumaça
de carros e fábricas antigas
O concreto e o asfalto
tomam o lugar do verde
os rios estão mortos
e as pessoas quase se esquecem
de dizer "BOM DIA"

São Paulo ...
Te amo tanto que chego a odiar ...

Meus passos diluem-se na calçada
um após o outro...
velhas calçadas do centro
sujas, guardando misteriosas histórias
Os edifícios são altos
marcados pelo tempo e a poluição
Pessoas e mais pessoas
transbordam pelas ruas estreitas
ninguém conhece o que o outro pensa
e caminham em meio á confusão
seguindo o seu rumo rotineiro ou não
admiro... o contexto é clássico
pombas, cachorros, gatos
mulheres, homens, crianças
barracas, comida pronta
Ahh que cheiro de fumaça!

Comente

topo

 

PERDIDA

As vezes perco-me em velhas estradas
desnorteada por ilusões que aceitei
acordo do pesadelo assustada
temendo dormir outra vez

As vezes nego o sentido das coisas
ignorando sonho e realidade
acabo sensível a toa
não grite !!! vou contar a verdade

As vezes quebro como espelho
mas não acredito em 7 anos de azar
ninguém é compreendido por inteiro
mesmo sabendo bem se expressar

As vezes sinto-me fraca
escondida de minhas próprias mentiras
não querendo voltar para casa
me encontrando novamente perdida

Comente

topo

 

UMA GRANDE PERDA

Em frente ao espelho enxugo uma lágrima
que solitária representa minha saudade
observo minha face pálida transparecendo todo o vazio que sinto em meu corpo
Neste momento, lembranças passam em minha mente como um filme,
onde o personagem principal é você,
uma estrela com sua luz radiante e colorida

Outra lágrima escorre em meu rosto ...
morrendo em minha boca
que tantas vezes mencionou teu nome com orgulho.
Pois de momentos inesquecíveis foi escrita nossa história
inédita, inspirada em respeito e consideração
que trágicamente chegou ao fim
E você se foi ...
Não houve oportunidade pra dizer adeus
Apenas se foi com o vento...
sem satisfação ou um telefonema sequer
penso que ao invéz de estar lá naquele momento trágico
você poderia estar aqui embaixo de meus afagos.
mas tristemente você se foi...
e nada o trará de volta pra minha vida.

Comente

topo

 

GOTAS

Uma gota de amor
Percorre meu rosto
Misturando-se ao gosto
De meu grito de dor

Uma gota de esperança
Percorre meus sonhos
Nos fazendo estranhos
Pra minha insegurança

Uma gota enfim
De coragem eu quero
Pra que tudo que espero
Não se perca assim

Comente

topo

 

SUA VOZ

Nem o silêncio do telefone
Emudece minha esperança
Há vida do outro lado da linha
Busco ocupar-me, esquecer-te.
E penso em campos floridos
Sonhando em neles correr
Um copo de vinho acompanha
A história de um fim
Reflexo instantâneo e mudo
Caminha junto a mim
Palavras jogadas ao vento
Acumulam carência e anseio
E as flores dos campos belos
Não são mais apenas devaneios

Comente

topo

 

PENSAMENTOS

Na leveza de meu caminhar
Sigo livre e sem pensar
Não posso temer o que virá
Muito menos pra casa te levar
Esta noite foi branca
Com estrelas amarelas e azuis
Esperei-te até o instante
Em que o destino mudou o rumo das coisas
Que tinham caminhos definidos
E resultados exatos
Interferir nessa trilha
Pode trazer arrependimento
Espero ao outro lado da linha
Um simples alô tudo bem
Estava pensando em ti também
Vamos ficar juntos esta noite?

Comente

topo

 

PROIBIDO


Olhos
se desviam pelo ar
veja, ninguém vai desconfiar
Então olhe para os lados
Eu estou ao seu redor
Não esconda o que sente
Vai ser bem melhor

Pense
No que poderá perder
Aja, sem ter o que temer

Comente

topo

 

ANTIGO AMOR VIVO

Chuva incansável
Após uma ótima noite de sono
Desperto em meio a seus braços
E não quero que vás embora
Meus olhos te pertencem
Aprofundam-se em seus sonhos
Alimentando amores perdidos
Melhores sendo proibidos
É tão boa a sensação
Que em nada consigo pensar
Somente sinto o pulsar de seu desejo
Saltando por todos os lados
Observo minhas reações
Faço comparações
Acreditando no que sinto
E percebo que estou mais viva
A cada paixão tão forte que sigo

Comente

topo

 

UMA RAZÃO

Quero encontrar uma razão para acreditar
Além de gostar do que você diz
Quero encontrar uma resposta
Pra tudo isso que acontece agora
Um pouco estranho tudo mudar
Mas de que vale um sonho
A não ser sonhar
Cansei-me de sustentar algo antigo
Tão antigo que chega a ser pó
E voltar sempre ao mesmo lugar
Onde seu objetivo o cega
E não me deixa caminhar

Comente

topo

 

DA VIDA

Viver é percorrer o tempo
Como numa estrada
Olhando pela janela do carro
Vendo a vida passar
Tendo pena, medo, tesão
Cantando uma canção
Viver é sentir
É chorar ou sorrir
Quantos não passaram aqui
E todos irão partir
O sonho te engana
Então tem medo de ir
Correndo incansavelmente
E jamais voltar a sorrir

Comente

topo

 

NÃO QUERO MUITO DE VOCÊ

No espelho o reflexo do medo
De entregar-lhe minha vida
Meus sonhos e anseios
E ser pra sempre esquecida
Quem sou eu pra você?
O que significam minhas promessas?
Você não me tem a toa
Não destrua meus sonhos
Com sua estupidez confessa

O choro eu vou engolir desta vez
Pois não quero sofrer sem motivo
Penso em você como companheiro
E você? O mesmo comigo?

Planejo minha vida, pois tenho objetivos a cumprir;
Se não sou parte de seus motivos
O que me prende junto a ti?

Relacionamentos são complicados
Não quero milagres sagrados
Eu só quero consideração
Respeito.... pq não?

Sou eu que estou ao seu lado
Nos momentos que precisar
Sou quem quer te amar
Enquanto você me gostar

Talvez não seria bom saber
Mas você está a me perder.

Comente

topo

 

VOCÊ AQUI DENTRO

Minha boca quer falar
O que sinto sobre ti
Mas o peso do passado
Me deixa muda em sua frente
Quando me jogo em seu colo
Feito criança carente
Eu sonho
Tanto eu quero lhe falar
Mil desculpas inúteis e estúpidas
Mas o momento é valioso
e o futuro misterioso
o vento está a nosso favor
E nossas mãos estão dadas
formando um laço de compreensão
tudo parece eterno
o sonho vive por instantes
e pulsa no corpo em êxtase
quando aquele gozo súbito
Toma conta de nossos corpos

Comente

topo

 

MENINA DOS OLHOS

Em seu corpo úmido
Está o meu recanto
Você me entende tanto
E eu me enlouqueço
Gosto de seus cabelos
E de seus beijos loucos
Ah...se tudo fosse diferente
Venha me ver hoje
Me trazer um pouco de amor
Será louco, insano
Como deve ser
Venha me trazer carinho
Sorrir seu sorriso tímido
Que me envolve
Somos amantes
E tão loucas quanto parecemos ser

Comente

topo

 

DESILUSÃO

Flores murchas
Olhos cansados
Tanta desgraça ao redor
Que sonhos se tornam pó
E os pés calejados descalços
Andam sobre pedras que cortam
Uma busca incansável da paz
Mas só se encontra angústia
Os que são felizes,
Não sabem que o são
E os infelizes
Torturam-se em vão
Os olhos procuram
por todos os cantos
Algum encanto
Que os possa distrair
E alguma esperança
Que os possa iludir

Comente

topo

 

SOU

Por um momento eu sou...
Sou em busca de respostas
Sou em busca de estrelas
Sou curiosa,
Sonhadora
Viajo no céu e nas nuvens
Apaixono-me pelo infinito
Pois eu não o conheço

Por um momento eu sou...
E esqueço de estar
Sou e pronto
Nem karol, nem mulher
Nem rg, nem cpf
Apenas sou
Sou palavras num papel
Sou pensamentos vagando
Sem direção no espaço
Sem relógio no pulso

Por um momento eu sou...
Pura reflexão espontânea
Pura vida correndo nas veias
E nesse momento
Tudo é tomado pelo vazio
E eu apenas continuo sendo
Até me distrair e ficar triste ou alegre.

Comente

topo

 

SONHO INSTANTANEO

Essa noite eu sonhei,
Como muitas outras noites
Ou quem sabe todas
Sonhei com cores
Em tons vermelhos roxos e amarelos
Sonhei colorido e brilhante
Explosão de sentimentos
Revelando sentidos místicos
De luzes que provocam sensações
E gritos de prazer intenso
Florescendo na pele
Um amor pelo instante
Pelo tempo que não existe
Pois o plano não é esse
A mente se conecta a outros olhos
E invade o subconsciente
E devasta seus mais profundos pensamentos
Iluminando suas idéias
Inspirando poesias
É o auge...
A criatividade se liberta
Para fluir em você
Mas quando acorda
Esquece daquela sensação primitiva
Tão nata tão pura e verdadeira;
Sem preocupação com rótulos
Sem julgamentos e métodos
Sem técnica, apenas sensorial;
E acordado você não a conhece
é a voz que fala por si
É sua voz original
Gritando seus anseios
No sonho, no pesadelo;
Ouça, acorde, anote;
Mantenha essa voz viva
Sonhe lucidamente
Deixe-se livre.

Comente

topo

 

O desejo prevalece

Bastam poucas palavras para selar a verdade já estabelecida
E o corpo pede uma dose daquela velha droga esquecida
Quero seu corpo em mim
Sua língua invadindo minha boca
Calando palavras tolas
As paredes que não são mais as mesmas
Glorificam e guardam segredos
De desabafos e amantes
Olhos buscando o corpo com antes
Prazer indescritível
Doce sabor de travessura
Escondido no fundo da mente escura
O amor não vive mais comigo
Mas como sempre o desejo prevalece vivo.

Comente

topo

 

Vagando

O Olhar vai
Vem o pensamento
Vagueia em minha volta
Com vida própria e vida morta
O olhar volta
Vai o pensamento
Cheio de emaranhados
E vive o lamento
Escondido atrás de um muro
Que não existe realmente

Comente

topo

 

Noite Nua

O manto da noite cai sobre nós
E os campos e pastos têm grades
As estrelas reluzem o infinito
E nossos corpos presos a essas grades
Quem não entende a liberdade
Pode crer que não conhece
O amor tocando o peito
Ao sentir ela chegar
Como um sonho com asas a nos carregar

Quero pureza e inocência
De um mundo sem fronteiras
A nudez é o mais puro
Que a razão condena

De minha janela observo o sol
De meu sonho o universo
Em minha canção o sentimento
De alguém que ainda sonha em tocar as estrelas.

Comente

topo

 

Sentidos aguçados

Você aguça meus sentidos
Me faz querer respirar
Me faz sentir a vida
Sem medo de errar

Se você quero prazer,
E algumas conversas de bar
Quero sua boca na minha
Por horas a me beijar

Seu corpo me atrai
Chama toda minha atenção
Quero me perder nesse pecado
E redescobrir a paixão

Loucura ouvir sua voz
Sussurrando que concorda
Eu suspiro e penso
Em não te deixar ir embora

Vamos acabar com isso logo
Ou então apenas deixar rolar
Pois o destino é moldado por nossas próprias decisões

Comente

topo

 

Caminho

Não consigo esquecer esses momentos ao seu lado
Momentos proibidos e talvez sagrados

Seu nome percorre meus pensamentos
Dominam meu corpo
Sou mulher e tenho medo de me perder nesse caminho

Ontem tive vontade de fugir
Simplesmente ir embora
Sem pensar em voltar

Não há como evitar
Meu pensamento de te lembrar
Minha boca de te chamar
Meus ouvidos de querer ouvir sua voz

Comente

topo

 

Seus olhos

Aquilo que você esconde
Transparece aos seus olhos
E posso ver a dor
De um tiro certeiro
Um amor verdadeiro
Indo embora

Seus olhos não escondem
Lágrimas que caem
Quentes
E vêm da alma viva
Que sente
E o faz tremer
Pulsar
Querer sentir mais
Querendo sentir a vida
Vida que mal começou
Não chore assim pra dentro
Deixe a dor escorrer
Lave e purifique o seu ser

Comente

topo

 

ÚNICO

Milhares de pessoas
e eu só quero uma
que não está aqui
está sempre a fugir

busco acreditar
que o destino é certo
mas sei que não é
e corro contra o tempo
buscando você
por todos os lados da cidade

eu grito, choro
odeio
mas volto a procurar
onde você estará?
Me procurando também?
Me odiando como ninguém?
Corra para mim
Não tenha medo de ser feliz enfim
Mesmo assim
Não te encontro em lugar nenhum!

Comente

topo

 

Dúvida

Nunca fui de ter medo
Jamais precisei implorar
Mas o mundo dá voltas
E estou a questionar
O que faço é certo?
Não há como negar
Se isso não é correto?
Como fazer acabar

Comente

topo

Lado obscuro da fé

Das entranhas da terra
Ouço berros de agonia
De fieis desesperados
Ignorados por seu deus
Os gritos enlouquecidos
De quem foi abandonado
De joelhos rasgados
Pra pagar todos os pecados.

Comente

topo

Um momento no sono

O que é um beijo?
O que é um toque?
O que é isso que acontece enquanto ele dorme?
Um vulto de seus olhos
Invade minha mente
Me olhando com amor
É quando vejo a minha frente
Um olhar profundo
Me pedindo muito
Que eu não posso dar
E aquela voz doce
Me pedindo pra acordar
Um coração contraído
Revira-se na cama
Talvez sonhando comigo
E com todo esse drama
Para que lado correr?
Me encolher e gritar?
Aparecer em teus sonhos e te abraçar?
Passando a mão em teu rosto
E te implorar por perdão
Estou aprendendo coisas
E é bom saber que você entende

Comente

topo

 

DOR

Essa dor que eu sinto
Arde
Percorre o infinito
Une-se ao grito
De milhares aflitos
Varre
Qualquer gemido
Sem sentido
Ou destino
Percorre
Estranhos caminhos
Mesmo fugindo
De algo indefinido

Comente

topo

 

Informações

Informações confidenciais
Dados empresariais
Se confundem em caminhos artificiais
Cruzam nosso corpo no plano digital
Encontram-se em sintonia com o mundo real
Sinais eletrônicos
Ultrapassam o limite da realidade
Trazendo, voz, som e imagem.
E nossos corpos são como transparência
Insensíveis a esses sinais.

Comente

topo

 

SENTIMENTOS LIVRES

A Liberdade reinava na terra
Muito antes de se chamar terra
Muito antes de se chamar liberdade

Pássaros cantando em ritmo contagiante
Muito antes de se chamar pássaro

O amor pairava no ar, muito antes de se chamar amor.

E muito antes de existir a palavra beleza
Bela era a liberdade
Eram os pássaros livres,eram os pensamentos livres era o amor livre.

(26/09/2001)

Comente

topo

 

Manha de chuva

É tão belo a chuva cair
E as folhas se agitarem
Como que agradecendo e dançando
O ar fresco penetra o pulmão
E revitaliza energias
Quando a chuva cai
Na manhã tranqüila
Molhando a terra
Exalando seu perfume
São gotas de vida
Que molham meu corpo
E ergo os braços
Para receber alegria e saúde

Comente

topo

Esperança

Pra que acreditar
Nesse ódio que te dói
Ao porque o sol pode ir embora
E nunca mais voltar
Lua fique atenta
Siga as estrelas
Que te guiam
Aprenda com seus erros
Está tudo tão claro
É só você observar
As respostas em seu peito
Você precisa escutar

Comente

topo

 

Paisagem distorcida

Uma linha no espaço
Rodeada por vidas tentando resistir
Como tantas por aí
Paisagem riscada com fios e postes
Há sangue jorrando em algum lugar
O barulho atravessando o ar
Aos gritos de crianças a brincar
Um toque do tempo
Que pode virar o mundo
E te surpreender
Te virar do avesso
Ou te distorcer.

Comente

topo

 

Inspiração

Seu jeito me inspirou uma poesia
Louca, intensa, como sua vida
Então me lembro dos tempos de menina
Superando limites que a existência trazia
Hoje tenho uma vida pacata
Esqueci de como é ser criança
De como é ser inocente
Sem tanto medo do futuro
Sem desculpas para tudo
Seu prazer de viver me inspirou esta poesia
Pois sem este prazer eu sou vazia
Quero ser possuída por este desejo
De respirar e existir
Quero me banhar com esta intensidade cardíaca
E esquecer que quase me deixei parar.

Comente

topo

 

Verde escuro e breu

Seus pés esmagam nosso ar
Matando o verde queimado
O azul secou
E agora só resta o caos
O que fazer
Temos algo mais a perder?
Para que lado caminhar
A não ser a própria morte?
Parada cardíaca...
Meu coração deixou de bater
Pois o amor não existe aqui
Meus olhos não brilham mais
Pois não há luz neste pesadelo
Em que acreditar?
No que vejo e no que sinto?
Pois nada posso apalpar
Além da certeza de que nós somos
Nossa própria destruição
Será que ainda há pra onde correr?
E será feito o que deve ser?
Ou essas vozes choram em vão.

Comente

topo

 

Louco de novo hoje

O que há de novo para se fazer hoje?
O que há de hoje para se fazer novo?
Qual o limite entre nada e tudo?
Quando meu tudo se dilui em nada?
O silencio chega nas horas inusitadas
E o falador se converte em mudo
E indaga:
O que há de novo para se fazer velho?
O que há de novo por traz do espelho?
O vazio me faz sentir leve como pluma
Mas os ossos e os músculos pesam
Um corpo oco repete ecos
E gritos surdos ecoam:
O que há de louco para se fazer novo?

Comente

topo

 

SEM CHÃO

Pode parecer melancólico
Me sinto como um animal
Que está imóvel no presente
E sua obrigação é viver cada minuto
Sem saber da existência de um futuro

Estou aqui, pois cai de um penhasco
Talvez tudo tenha morrido e ainda não sei
Parece que há uma nuvem sobre mim
E o passado está bloqueado em minha mente

Não sei o que dizer
Nem em que acreditar
Estou com medo e cansada de tanto pensar
Penso demais, falo demais, sonho demais?
Desiludo-me
A realidade não é um conto de fadas
Mas é nua e crua e às vezes arde
Quero fugir agora
Mas quero estar aqui quando você chegar

Comente

topo

 

ANGUSTIA VAZIA

A solidão...
Ilusão de estar só
solidão do coração
Agonia que aperta o nó
Na garganta seca de pó
Que corrói sem dó
O peito oco
Ecoa nele
O grito seco
Sujo e de mal gosto
Torto e desvirtuoso
O choro, chora medo
Fede a lodo
Escorre esgoto
E afoga minhas certezas
As que restavam
Morte
O destino
Que no infinito se perde
E que segue a linha do tempo
Osso e pele
Câncer mais câncer
Um defunto ajoelhado em seu sangue
Pisado
Suado
Cansado
Sugado
Morto

Comente

topo

 

ATEMPORAL

O tempo tem seu ritmo
Do vai e vem das ondas do mar
Da nuvem passando no céu
Da canção que está a tocar

O tempo é amigo íntimo
Pois sabe te carregar
Silncioso tecendo o véu
Da vida que está a passar

O tempo tem seu rítmo
Dependendo de como olhar
Ora bondoso ora cruel
Ora de pressa ou devagar

O tempo é amigo íntimo
Pois sabe te ensinar
Não precisa ter papel
Só memória pra lembrar.

Comente

topo

 

SEXUAL

Quero o toque de seus dedos
Deslizando em umidade
Doce sabor de loucura
Que minha boca sussurra
O mel mela meu corpo
Embriaga-me de gozo
E nos olhos cintilantes
E nos dentes mordendo os lábios
E na mente delirante
Quero o rastro
De sua língua molhada
Percorrendo cantos
Lambendo-me tanto
Língua livre
Lenta
latejante
Invadindo meu corpo
Quebrando fronteiras
Quero o tronco
Fortemente delicado
Penetrando profundo
Me carregando pra longe
Em seus beijos carinhosos
Que me devoram,
Que me tocam
Que me desejam
E me esbaldam
E me fazem voar ao mundo
Dos sonhos,
Das fadas
E estrelas cadentes
Aonde o mais belo dos sonhos
Vive a arte de ser um sonho lúcido

Comente

topo

 

SER HUMANO

Isso aqui a sua frente
Não é feito de aço
Nem de vidro que se quebra
Tem pele e osso
Mente e corpo
E pode sentir um toque
Assim como um soco
E sei que pode sorrir
Pois não é oco
Nem boneco de plástico
Imóvel e sem sentido
Pode sentir um abraço
Se arrepiar ao som de um hino
Pois o sangue é quente
O peito pulsa energia
Pensamentos e sensações
Incertezas e desilusões

Uma lágrima pode escorrer
De uma mágoa qualquer
Não sou feito de papel
Não quero máscara nem véu
Quero apenas expressar
Apenas expressar

Comente

topo

 

O OLHAR

O olhar observa angustiado
A selva de concreto
Com seus muros altos
Não há vida
Não há o que respirar
O vento sopra carregando
Uma paisagem esfumaçada

O olhar observa angustiado
Que esse céu não é imenso
E as estrelas se escondem
Pois não querem conversar

O olhar ainda persiste
Em busca de algo que lhe mostre
Que a vida ainda há
Em algum lugar de um sonho
Busca algo que está longe
Longe do mundo real
Onde ainda exista ar
Onde a vida possa respirar

O olhar frustrado observa
A selva das perturbações
Onde as árvores choram
E os pássaros cantam para os loucos
Pois só os loucos
Podem ouvir a angústia
De um mundo que morreu

Comente

topo

 

SER

Como a vida passageira
Fluente como o rio
Como o sangue corre na veia
Sinto o cheio e o vazio
Como enxurrada varrendo a rua
Como árvore que cresce nua
Como o universo infinito
Um sonho morto
Um sonho vivo
No finito do meu corpo
Tão pequeno iludido
com a própria desilusão
Digo sim e digo não
Como o raio do sol quente
Como o ar
Como a palma da mão da gente
Tenho ainda muito
chão a explorar

Comente

topo

 

NADA DE MAIS

Não tenho nada com você
Mas esse nada pode ser muitas coisas
O mistério que há em você
Me conduz a um caminho escuro e mudo
Onde há tudo em nadas

Nos meus sonhos eu te tenho
Será destino seu veneno?
Pois acordo e você nunca está aqui
E em lugar algum te vejo
Essa noite roubei um beijo
Que me fez acordar com medo de ti

Eu tento responder
Mas nem eu mesma sei
O que acontece quando estamos sozinhos

Estamos perto pois distantes
Te esqueço por instantes
Mas as dúvidas permanecem
Será sonho ou pesadelo
Mistério indecifrável
Não me devore agora
Pois sei que vou lhe encontrar
E dois mundos se chocando
Se encontrando em si
Vão querer fugir
Mas não há como escapar assim

Comente

topo

 

Coisa Proibida

Coisa gostosa da vida
Coisa que me deixa louca,
Instiga minha libido
Pedaço de mau caminho
Coisa perigosa
Perco-me entre desejo
Ilusão ou realidade
Lembro daquele beijo
Lambuzado de vontade
Essa noite
Apenas por mais esta noite
Quero-te inteiro
De verdade.

Comente

topo

 

Rédeas naturais

A vida doma as pessoas de uma tal forma
Que às vezes acontece tudo exatamente como não era pra ser
Às vezes não acontece nada,
E mesmo assim continuo domada

É como se fosse inevitável
Se for pra acontecer nada impede de ser
Se for assim... Quem consegue deter?

E todos seguem em frente
Rumo a um futuro desconhecido
Tentando fugir do que machuca,
Tentando agarrar o que dá prazer

Querendo muitas vezes recuar
Ou se adiantar
Pular aquela parte mais desconcertante
Ir direto ao ponto, ao lugar certo.

Mas quanto não terá que procurar
E quando alguém irá achar?
A solução para os sentimentos ruins
Para aquele apertãosinho de leve no peito
E quem vai conseguir se apaixonar
Na hora que mais lhe interessar?

Comente

topo

 

O mais sutil calor

Em uma cama feita de calor
Perfumada de desejo
Dois corpos deitados sem pudor
Encontram-se em beijos

Poesias eróticas invadem seus ouvidos
E seus movimentos revelam vontade
Liberando sentidos esquecidos
De tesão e liberdade

Uma boca pede,
A outra quer
E não há como negar
O pedido dessa mulher
E pensa em se arriscar
Nas possibilidades dos contos
Das palavras que animam
De ficar tonto
De tanta curiosidade

O movimento dos lábios
Sussurra contos mudos
No corpo habitam segredos
De um sonho azul escuro
Querendo encontrar em si mesmo
O mais sutil sentimento
Sendo amante da vida
E andarilho do mundo

Comente

topo

 

A lembrança dos beijos

Boca molhada
Vermelha,
Querendo
Meu corpo
Beijando
Meus sonhos
Lambendo-me
Inteira

Comente

topo

Beijos curiosos

Na noite escura, fria;
Um corpo silencioso espera
Por um amante caloroso
Que com beijos o desperte
Boca muda, gélida;
Saliva por um toque seu
Na noite escura e esquecida
Que nunca aconteceu
O corpo pede, chama;
Quer você inteiro
Na cama, no chuveiro;
Pede com vontade,
Com sutis sinais
Com olhares insinuantes
E você nega, foge, teme;
E o corpo quer mais
E umedece... molha
Lambuza
Deseja
Treme, morde os lábios;
E o corpo não sabe fingir
Ele quer até conseguir
Um beijo, longo, molhado;
Gostoso, apertado;
Como num sonho
Numa ilusão
Mas é real, sinta o calor;
Das peles roçando,
Se apaixonando,
Sinto cheiro de dois corpos
O seu sobre o meu,
Sua boca na minha língua
Sua língua na minha boca
E no meu pescoço mordidas
Saborosas de alguém que veio de repente
Em uma noite calorosa!

Comente

topo

Compreendendo o sentimento emergente

Como dizer com palavras
Que não sou a louca que parece
Sou louca sim, mas é pela vida.
Por querer ser feliz enquanto posso
Por pensar de acordo com meu interior

Como dizer com palavras
Que não quero criar confusão
Não quero bagunçar nossas vidas
Por querer algo impróprio
Por querer te conhecer mais de perto

Como fazer com que ouça
Se você sempre muda de assunto

Talvez prefira não escutar
Talvez tenha medo de algo e fuja
Ou quem sabe não se importe

Não! Não ligo se não tiver as mesmas intenções
Sei ser feliz, sei sonhar.
Sei que sonho é sonho e vida é outra história

Mas fico tentada a imaginar que de repente algo pode mudar
Sou sonhadora, gosto de fantasiar.
E na vida o que é pra ser será
Meu corpo me diz que estou certa
Mas tenho medo e me sinto perdida
Sem saber se devo ou não persistir
Ou apenas desistir como muito já fiz

Como dizer com palavras
Que não estou te pedindo nada
E aceito a realidade como ela se apresentar
Mas deixe-me eu me inspirar
Viajar, fantasiar... Pois é assim que surge minha arte!

Comente

topo

 
Site provisório, volte logo pra conferir as boas novas !!